Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Alinhavo de poesias

Alinhavo de poesias

15
Dez18

Já costurava umas palavras ...

Filomena

Já costurava umas palavras 

para desanuviar tristezas 

e multiplicar sorrisos 

no seio do mundo 

alimentando assim 

a alegria da prece 

que tudo sofre e ultrapassa 

para ver nascer nas crianças 

a endiabrada brincadeira 

tão própria das suas idades 

e neste vai e vem 

contemptlo o meu doce plátano 

no desalinho outonal das folhagens 

e o seu ambiente de fundo 

que é o espaço azul dos céus 

aberto ao radioso sol 

e tomo nota 

da virtuosa jovialidade 

dos pequenos pássaros

que se atravessam nas janelas 

debroando de assobios 

a vitoriosa tarde 

que tão luminosa 

se pôs para nós  ...

15
Dez18

As palavras...

Filomena

As palavras são a nudez da alma 

são a oração  , a prece 

a relação íntima com a voz do criado 

a alegria 

o riso despreocupado 

e a água do silêncio fecundo 

do amanhecer da criatividade 

são pérola preciosa 

das diagonais das sílabas 

que invadem o campo solar 

banhando-se de luz e beleza 

e vestem o triângulo do poema 

com a sóbria simplicidade 

da gratuidade dos irrepetíveis segredos 

da vida 

e são sonho  ,infinito  ,miragem 

na doce e sã visão do que representam  ,são 

corpo e chão do despertar duma criança 

entregues às cores de maravilhados aconteceres naturais ...

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D