Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Alinhavo de poesias

Alinhavo de poesias

18
Ago18

Nos céus da alma ...

Filomena

Nos céus da alma 

ainda escuto a voz de Deus

confortando-me 

e alimentando a minha 

sede de infinito 

e comungo as cores da paisagem 

que a distância dita 

usufruindo das suas boas 

recordações  ...

Oiço então

o que o mar tem para me dizer 

da sua alta preia-mar 

em dia de lua nova 

e vejo como inundou a praia 

de pequenos lagos 

onde se desenham na água 

sucessivas elipses 

debroadas por uma ondulação 

rasteirinha 

que o vento sopra  ...

O sol vai alto 

e as crespações

cobrem o oceano 

em toda a sua largueza ...

Vadio por aqui 

maravilhando-me com as feições

da maré 

e contemplo o voo das gaivotas 

a voz do vento 

a dourada manhã 

o velho e cansado verão 

tardando em chegar 

enfim

as sensibilidades do tempo 

que o calendário das estações

näo deve esquecer  ...

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D